Decisões

Decisões

Tomando uma decisão
Decisões fáceis que complicam a vida da empresa. E decisões complicadas que facilitam a vida da empresa.

Quando se trata de decidir, por mais difícil que pareça, não fazer nada é a pior opção. O errado, com certeza. Adiar pequenas decisões é o começo. E é a chave para o fracasso.

Entre as regras para decidir, a primeira é escrever a decisão. Vamos evitar o loop. Escreva. E eu perguntei novamente: é uma ideia interessante, mas e se … E assim vai até completar uma lista para ver com clareza, aliviar a pressão e focar no que é importante.

O próximo passo será amarrar as emoções; ou esclarecê-los, no mínimo. Torne visível o que queremos e por que o queremos. E mais perguntas: Por que estamos trilhando esse caminho? O risco deve ser colocado do nosso lado. Ou, pelo menos, que não nos imobilize.

E um elemento que não pode faltar: o filtro de valores. De todas essas coisas que desejo, qual é a primeira para a organização? E o segundo?

A psicologia é capital. Os preconceitos. E nossos benchmarks. Alguns líderes se concentram no que ganham e outros no que perdem. Alguns são decididos procurando a referência internamente, e outros precisam de alguém para confirmar sua decisão. Existem líderes que veem apenas as necessidades e outros as possibilidades. Alguns focam no que coincide e outros nos elementos que diferenciam algo, ao decidir. E, finalmente, há líderes motivados por general e outros por detalhes.

Abertura mental
No Bid Group One trabalhamos com modelos para tomada de decisão. Ou seja, ideias que nos ajudam a entender melhor como o mundo funciona e que nos ajudam a evitar problemas. Com isso ajudamos empresas em situações em que errar tem um custo muito alto.

Acreditamos que o pensamento eficaz torna uma organização superior às demais. E que é bom aplicar o estilo de vida científico para ter uma melhor chance de chegar à decisão certa. Sabemos que as organizações que só se informam por fontes que confirmam seus preconceitos se saem mal. Porque as informações mais valiosas costumam ser difíceis de encontrar.

Nós defendemos o experimento controlado: quando a maioria do público tem que tomar uma decisão sobre algo que não conhece bem, o máximo que eles procuram é a introspecção e a convocação de uma reunião. O método científico diz: melhor um experimento controlado. O mais pertinente para o caso. Experimentação para saber a verdade. Em vez de bom senso, consenso, divulgação, opiniões expiradas …

Em vez de tanto instinto, informação parcial … É preciso buscar fórmulas objetivas para encontrar as respostas mais adequadas. Aja como um engenheiro ou cientista. Pense em termos experimentais. E coloque os preconceitos a seu favor. Não é por acaso que os preconceitos são o cheiro que nos avisa sobre o âmago da questão.

Foco e outros fatores
No Bid Group One baseamos nosso sucesso na capacidade de inventar soluções vantajosas tanto para o seu cliente, é claro, mas sem desprezar o outro lado: o que se chama expandir o bolo antes de parti-lo. A maioria, ao contrário, prefere pensar que às vezes não há como dividir o bolo ou satisfazer ambas as partes.

Grandes obstáculos na tomada de decisão:
– Processos judiciais prematuros.
– Procure uma única resposta.
– Reposição de um bolo de tamanho fixo.
– Pense que a solução para um problema é o seu problema.

Importante: para superar as barreiras… precisamos entendê-las.

Vamos construir juntos um futuro

BID Group One © 2020 | Calle de San German, 11 | 28020 Madrid – Spain | Phone: +34 91 597 33 69  | [email protected]